Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Incrédula

Sinto-me como náufraga
num mar lambido de Sol

Minha garganta de puro sal
engole saliva de sangue

Terra nenhuma à vista
para me oferecer o instante

Da efêmera esperança
que sobre mim dança
recebo o beijo final.

Incredulidade é o meu mal.
Dora Leal
Enviado por Dora Leal em 31/01/2005
Código do texto: T3172


Comentários

Sobre a autora
Dora Leal
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
510 textos (26710 leituras)
1 e-livros (38 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/10/20 07:59)
Dora Leal