Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No sorriso de Narciso
Encontro o que preciso
Fogo e abrigo
Paixão veloz, tão feroz que desequilibra

Nos olhos de Narciso
Quero-me refletida
Fascinada, embevecida
Domada, tomada, subjugada e perdida

Nos braços de Narciso
Preciso me jogar, quero me atar
Vou me entregar
Inteira, completa, desnuda e sem pudor

Nos beijos de Narciso
Vou me embriagar – vou te devorar
Poro por poro, boca na boca, boca na pele
Vou me desfazer – vou te amar.




* Narciso – Mitologia Grega.
Narciso era um jovem muito belo que, por força do destino, não poderia jamais contemplar sua própria imagem. Porém, desobedece estas ordens e vai se contemplar nas águas do rio. Por castigo, cai nestas águas e morre afogado. Em homenagem a ele, os deuses fazem nascer, à margem do rio, uma delicada flor que leva seu nome.

Fátima Batista
Enviado por Fátima Batista em 10/10/2011
Código do texto: T3267824
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fátima Batista
Santo André - São Paulo - Brasil, 56 anos
1436 textos (75142 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/07/19 15:47)
Fátima Batista