Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DECIFRE-ME


 

Eu sou...

Um pouco lágrima,

Tristeza, escuridão...

Ou apenas a luz

Na imensidão.

 

Eu sou...

Um pouco medo,

Procura e fuga...

 

Eu sou...

Desde o inicio um fim,

A luz na escuridão,

Sou também

A paz e agonia.

 

Eu sou a pergunta sem resposta

A duvida, a maledicência...

É ainda assim não sabes decifrar-me?

A todos mostro uma nova vida

 

Ensino o perdido,

Para o desiludido

Mostro o caminho,

Mesmo assim na descrença  tornei-me incompreendida...

 

Na verdade não sou morte, penas condutora para a vida!

Sou a pequena luz,  no túnel da escuridão.

 

Não aprendi a ser escrava da dor,

Eu sou amor...

Eu sou um grande sorriso e não uma pequena lágrima

O dia que me entenderem e não me condenarem,

Será o dia que aprenderão a me aceitar e me amar.

Então suavemente virá ao meu encontro.

Neste dia não sou morte

Sou mais forte...

 

Sou vida

Sem dor

Sou amor

Não sou trevas

Sou uma luz imensa,

Por que neste dia, me entendeste...



Que aqui está só de passagem...

Que sua missão foi comprida

Que é hora de retornar

Sem sofrimentos

Sem vaidade

Sem dor

Para a eternidade.

 

23-01-2003

Sinop - MT

Fafá Lima
Enviado por Fafá Lima em 29/12/2006
Código do texto: T331538

Comentários

Sobre a autora
Fafá Lima
Sinop - Mato Grosso - Brasil, 55 anos
207 textos (25426 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/20 21:56)
Fafá Lima