Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ETERNAMENTE TRISTE

Volto à nostalgia!
Volto à eterna letargia
Que me esmaga a alma!

Porque eu não sou ninguém,
Eu não sou nada!
Porque eu continuo perdido
Naquela imensa estrada
Que todos julgam conhecer.
Porque a verdade não existe!
Porque eu serei eternamente triste!
Porque eu preciso viver
Como sempre vivi.
Porque não adianta morrer
Quando há muito eu morri!

10 de Dezembro 1991
Vitor Dengucho
Enviado por Vitor Dengucho em 13/11/2011
Código do texto: T3334128
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Vitor Dengucho
Portugal, 46 anos
18 textos (7024 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/19 11:40)