Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Verborréiasobre o verbo imoral(variações em torno de um tema)


 
O verbo imoral é anômalo:
serpente acéfala ,
pétala desgarrada
de flor apodrecida.
fera de estranha sanha,
indomesticável, cruel...
 
Inconjugável, nasceu
neológico
de quem apregoava falsa moral:
 a verdadeira demonstra
que o desejo é fruto sadio,
do amor ou do cio,
 e acontece em  caudal,
é apenas um gato manso
saciado, a dormir ao sol
sobre a almofada
do prazer...
E nas relações humanas,
NADA deve ou pode ser imoral
se há genuíno afeto
e dois seres estão em completude...
Verbo Imoral,minha gente,
somente se faz conjugar,
pela demagógica raposa  astuta
da politicagem fétida,
ou pela traição gosmenta
que atropela a lealdade
e foge deixando rastros
pela trilha da covardia...
Também nos crimes imperdoáveis
 contra a natureza inocente,
esse verbo é entoado
covardemente a esconder
as pessoas do singular e do plural
que o conjugam
disfarçadas de artistas,
para despistar o faro do povo...
Verbo imoral, é a proprina,
a poluição, os desastres ecológicos,
a desmemória da história,
as calamidades contra as pessoas
a AIDS, oportunista vírus,
os estupros,os roubos,
a descrença...
Tudo mais é compreensível,
passível e moral!
clevane pessoa de araújo lopes
Enviado por clevane pessoa de araújo lopes em 12/07/2005
Código do texto: T33353


Comentários

Sobre a autora
clevane pessoa de araújo lopes
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 72 anos
555 textos (185880 leituras)
21 e-livros (13546 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/05/20 17:59)
clevane pessoa de araújo lopes