Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Insônia sofrida


Mais uma noite acordo
E não consigo dormir
Pensamentos em desacordo
Começam a fluir

O céu é um manto negro
E da janela a lua espantosamente sorri
Acaricio o silêncio e me entrego
Magia solta no ar seu frenesi

Confiante de sua beleza
Quer todos os olhares para si
O vento bafeja delicadezas
Toca minha face como nunca senti

Conversamos então
E ela falsamente comovida
Ressoa baixinho sua emoção
Parece não desejar despedida

Diz para mim suavemente
Onde está o meu coração
Cabelos soltos livremente
Beijam o rosto em interação

Do outro lado a contemplar
A mesma lua confidente dos apaixonados
Percebo a brisa do mar
Abrindo um tapete iluminado

Com pranto nos olhos e o coração apertado
Talvez escute os segredos que eu lhe falei
As palhas dos coqueirais estão arqueadas
A apurar meus ouvidos apenas calei

Penso: Se ficar por um instante calado
Possuído só pelo belo momento
Ouvirei assim melhor seu recado?
De novo só o sopro do vento

E como nos entendemos?
Ora... Pela linguagem poética
Simples, complexa, difícil
Metafórica... Fácil

Vá... Adormeça sem medo!

Descobrirá, pois, quando estiver apaixonado.

Duo: Amanda Vieira e Hildebrando Menezes
Navegando Amor
Enviado por Navegando Amor em 29/11/2011
Código do texto: T3362843
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Navegando Amor
Brasília - Distrito Federal - Brasil
2059 textos (87866 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/03/19 06:34)
Navegando Amor