Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O (meu) coração.


Meu coração quer sentir o calor de seus lábios em meus ouvidos
entender certas mentiras em voz doce e um pouco sincera.
Meu coração quer sentir o encanto de sorrir criança na chuva,
pequenino voar em seus segredos pela razão de não existirem.

Quer sentir o prazer de seus olhos e deitar nu, puro,
no seu peito macio e calmo a controlar meus medos.
Provar do gozo dos seus delírios, junto deitar e amar
violetas, canções, fumaça, qualquer besteira a quatro mãos.

Um poema, um comer, um rir-se do tudo/nada e mais.

Minha vida quer rolar sem paradeiro em seu corpo,
cair no abismo de seus sonhos e arrematar a tarde
princípio de nós, noite e fogo nos conchavos do tempo
a brindar sussurros e abraços no fundo das cores.

Enredar um vaso de estrelas na cama acesa
vento de onde sinaliza o bom e o gosto predileto
da dança colada fora do jeans, fora do ontem,
só o agora crispado de essência na pele, saliva.

Na verdade, meu coração quer saber-te de qualquer forma.
Beber-te, comer-te, lambuzar-te, ternurar-te
E dane-se a gramática em constante reforma!
Meio a arte meu coração só tem um propósito: amAR-TE!
Eliane Alcântara
Enviado por Eliane Alcântara em 04/01/2007
Código do texto: T336637

Comentários

Sobre a autora
Eliane Alcântara
Lajinha - Minas Gerais - Brasil, 47 anos
177 textos (8918 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/08/20 18:24)
Eliane Alcântara