Entrega

Quero repousar no teu amor

feito orvalho em flor

no anoitecer...

Ser o desejo que urge,

uma luz quente que surge

no alvorecer...

Quebrar segredos quardados,

desvendar feitiços sagrados

da minha volúpia de mulher...

Ser sua...

Como a lua

é uma pintura branca

esparsa no céu,

ilustrada

e derramada

por entre

os dedos de Deus.

AndreaCristina Lopes
Enviado por AndreaCristina Lopes em 05/02/2005
Reeditado em 22/11/2010
Código do texto: T3549
Classificação de conteúdo: seguro
Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.