Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NINGUÉM É MEU DONO

Ninguém é meu dono!
eu me abandono em mim
quando bem quiser.
S e for do meu agrado
me largo isolado
num lugar qualquer,
ou me entrego extasiado
a um corpo de mulher.
Ninguém queira ser dono de mim.
Eu nasci assim.
Qualquer tipo de algema
me revolta.
E quem pensa que me prende,
em verdade, me solta.
E se tem algo
que só gosto quando peço,
eu te confesso:
É escolta.
silasol
Enviado por silasol em 26/01/2007
Reeditado em 26/01/2007
Código do texto: T359823


Comentários

Sobre o autor
silasol
Sabará - Minas Gerais - Brasil, 69 anos
677 textos (85028 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/05/21 02:13)
silasol