Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Resposta a um Singelo Pedido...

"- Me joga na parede e me chama de lagartixa?"


Não só o faço como também escarno
Em teu seio o desejo que em minha carne
Arde como fogo: o sexo animal, carnal,
Violento, assassino... brutal!

Aquele que dói até na prostituta...
Aquele que fere a pura...
Aquele que Deus repudia, e o Diabo ensina...

E se tenho ou não permissão
Para arrancar-te o hímen
Pouco importa, pois faço o que quero
E tu não será mais vírgem...

Não adianta, mulher, pegar a foice que tens,
Pois tenho força e desejo,
Não adianta, mulher, acender tua sociopatia,
Pois sou muito mais febril que tu,
Não adianta, mulher, ameaçar-me,
Pois sou a mão que te cria e te mata...

Violentando tua carne, chegaste tu
A desmaiar em meus braços, e por isso
Espero que acordes,...

Ao passo que tu acordas
Pego o cinto e afivelo teu pescoço,
Aperto com força e teus olhos revelam
Que até em teu amor pelo grotesco
Existe uma menina pequena e inocente...

Teus olhos gritam socorro, e por alguns segundos
Teu corpo fica absorto até que
Observo ele morto...
Mister Eric
Enviado por Mister Eric em 28/01/2007
Código do texto: T361545

Comentários

Sobre o autor
Mister Eric
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 34 anos
31 textos (831 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/20 19:58)
Mister Eric