Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PRATO DO DIA

     
                                                               
Neste meu ofício
de cozer versos,
eu rejeito as ilusões.
E no meu fingimento
de poeta,
(Sim, porque é verdade,
fingimos mesmo!)
eu apenas enfeito a realidade,
embora dela me farte
até o desespero.
Então,
sirvo um prato de ilusão,
mas sem nenhum tempero.


              Sp, 02/02/2007

 
MAVI
Enviado por MAVI em 03/02/2007
Código do texto: T367867


Comentários

Sobre a autora
MAVI
São Paulo - São Paulo - Brasil, 60 anos
5762 textos (394770 leituras)
1035 áudios (89520 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/20 00:39)
MAVI