Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

patinho feio



Menina que um dia
Em minha rua veio morar.
Eu a vi chegar, pequenina.
Trazendo no rosto, a desconfiança.
Junto, um ar triste e assustado.
Como alguém, que tem medo de algo.
Quando alguém se aproximava.
Ela se escondia, para que ninguém.
Percebesse que estava com medo.
Foi assim, que, eu a conheci.
Quando eu chegava, ela corria.
Para se esconder em algum canto
Que só ela conhecia.
Os anos se passaram, ela cresceu.
A beleza floresceu, o rosto que foi triste.
Não se vê mais tristeza, só alegria.
Já não se esconde, não é mais menina.
Tristezas não existem mais.
Apenas um rosto feliz, e sem magoas.
E, a menina que outrora fora o patinho feio.
Hoje é...
O cisne que desfila em minha rua...


                                     Volnei R.Braga
Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 23/07/2005
Código do texto: T36924
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 73 anos
2317 textos (154883 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/07/20 20:13)
Volnei Rijo Braga