PASSEIO

Abre a tua porta e vem.

Caminha aqui comigo

onde a maresia se faz perfume

e o sal é a própria lucidez

presente na nitidez do irreal.

Vem! Vamos sair por aí...

Otávio Coral
Enviado por Otávio Coral em 25/07/2005
Código do texto: T37595