Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Ilustração "Facuri"

DECISÃO

*


Haverá sempre uma por tomar...
A invasão da necessidade em decidir,
nos afronta com a relutância em postergar,

num simples gesto de ficar ou partir,
fato frugal em teimar ou concordar.
Será também precisamos decidir,
permitindo um amor para amar!?...

Em diálogo comumente,
impera a discussão,
neste monólogo requer somente
 "uma decisão!"


*








Luís Carlos Facuri



















Interação poetisa:
DI MATOS


16261-mini.jpg

D úvidas e incertezas conduzem meus pensamentos a:
E sses lugares onde se acessa e se guarda, escolha e ação.
C urioso, é que toda vez que em preciso decidir
I ncerto fica o coração. e a cabeça? também fica confusa.
S urgem então como num filme; em câmera lenta;
às situações numa roda viva-difusa
o passo que é chegada a hora do fechamento:peço, imploro, rezo, faço penitência...
ro a Deus para conceder -me sabedoria e inteligência.


=Di querida- Obrigado por seu carinho
e texto em minha página!,,bjs




















Interação em poetrix
poetisa:


3815-mini.jpg
SanCardoso


MONÓLOGO -

A pedir decisão
Apenas a constatação
Sofrido coração




=Oi San querida! Obrigado pelo carinho
da interação,bjs


















Interação poética:

84648-mini.jpg
Nina Costa 


Escolhas...

Eu escolho te amar... tu não me escolhes
Ainda que minha decisão me molhe, no mais puro mel
Ainda que eu te descortine o céu
Ou lhe arranque o véu do meu mais verdadeiro amor...

Quem escolhe o desamor?
Quem escolhe a solidão?
Quem decide ser solitária flor do jardim?
Como um único girassol perseguindo o sol?

Eu escolho esse amor de sonhos
Risonho,... tímido,... cristal...
Que se toca com suavidade vibra
Se com força e aspereza
Se esfacela,...
mas não deixa de existir...

Eu escolho esse amor pedra preciosa
Ainda por ser lapidada
Moldada pelos beijos e afagos de suas mãos...
Amor de cascalhos e eras
De bela e fera sem pudores quando querem brilhar.

Escolho ser a areia que te recebe,sendo você meu mar
Que eternamente me ama sem sequer um dia cessar
Sua estrela cadente encondida no fundo de seu sossegar
Transformada em sua estrela do mar...

Escolho, se decisão eu tenho que tomar
Escolho, meu amor
Incondicionalmente te amar...




=Nina querida!...LINDO!
Você fez uma ODE!!!!!
OBRIGADO!.bjs


















Interação, poetisa e escritora:
Zuleika dos Reis

33952-mini.jpg

Menina ainda
sonhava amar
sonhava viver
ser amada e sonhada
por alguém.

Não sonhava rostos
nem sonhava príncipes
sonhava um ser que me soubesse amar.

Amada fui
e muito e tanto
que me fugiu sempre ao alcance
compreender
o alcance dos sonhos
que despertei.

Sempre parca e pouca
tudo compreendi depois
longe do tempo de poder ser.

Permaneço fiel
aos que me amaram
e aos que amo
mas tudo pretérito parece
aos olhos do presente
embora sem deixar de ser.

Ah, o presente do qual sei tão pouco!
Ah, o presente do qual quase, ou nada sei!




=Querida Zuleika!...És um verdadeiro talento,
escrita poética e fonte inesgotável de
ensinamentos e inspirações!


PARAFRASEANDO você,
à página 52- seu livro
" FLORES DO OUTONO"

33952-mini.jpg

NÃO TENHO O TEU NOME
MAS TUA PRESENÇA AGORA
É MINHA ALEGRIA,
MINHA ÚNICA ALEGRIA.
TUA FLOR É MINHA TARDE.

 

...e esta ''alegria'' de estar aqui enriquecendo minha
página, transborda em admiração e gratidão este
aprendiz e fã que lhe agradece!...bjs.
Facuri.





















Carinhosa interação, poetisa:-
Estrela Radiante

POETISA REGINA MADEIRA

102790-mini.jpg

COMO PODEMOS NA VIDA UMA DECISÃO TOMAR
QUANDO VIVEMOS UNIDOS, HÁ UMA VIDA A PRESERVAR
ALMAS QUE NOS ACOMPANHAM, E QUE VÃO PERMANECER
O SOFRIMENTO CAUSADO COM LÁGRIMAS A VERTER

ASSIM LEVEMOS A VIDA, SIMPLESMENTE IR OU FICAR
É O PREÇO QUE PAGAMOS NESSA VIDA POR AMAR
TALVEZ ARRUMAR AS MALAS E PARA SEMPRE VIAJAR
E QUEM SABE JÁ CURADOS DESSA VIAGEM VOLTAR.





=querida Estrela...Radiante em versos
com amor aqui!...bjs-Obrigado!



















Interação poética:
val cunha

103578-mini.jpg

E nessa indecisão eis a questão:
Não sei se vou ou se fico...
penso nesse amor bendito...
Uma parte diz que sim,
outra parte diz que não,
e nesse jogo do vai ou não
vai preciso tomar uma decisão...
Tá certo,tá decidido,
preciso partir,
mas levo comigo esse amor bendito...





=Querida Val, muito grato por sua
participação aqui...bjs!



























 
 
100572-mini.jpg
COMO SE O AMOR PEDISSE PERMISSÃO PARA ALGUMA COISA! ELE CHEGA DE MANSINHO... TAL COBRA SORRATEIRA E... PIMBA! ENVENENADOS, SÓ NOS RESTA A ENTREGA TOTAL QUE, ÀS VEZES, A VIDA NOS CUSTA...


 
74017-mini.jpg
Oi, Facuri! eh! a decisão é uma medida onde não se pode errar, ou pelo menos não se deve errar, quanto a uma novidade para voltar a se amar, isto é relativo, depende muito do amor que perdemos, se podermos reabilitá-lo torna-se desnecessária a busca por uma nova aventura, gostei, filósofo, e aplaudo; grato por sua visita à saudades e esperança e homenagem ao meu velho pai; se puder, leia-me em GALEGA ...

 
83102-mini.jpg
 -Rose Costa
Amei! 
Expressivo e resoluto...ótimo texto!Beijos.

 
81581-mini.jpg
Adorei o seu poema!Parabéns e obrigado pela visita.


 
16244-mini.jpg
 
Gostei de te ler poeta, muito legal! 






 
 
 







 
Facuri
Enviado por Facuri em 06/07/2012
Reeditado em 28/02/2017
Código do texto: T3762897
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Facuri
São Paulo - São Paulo - Brasil, 61 anos
840 textos (170266 leituras)
2 áudios (732 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/10/19 18:35)
Facuri