Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LOGRO

LOGRO

Sentei-me à porta da igreja
observando os fiéis que entravam.
Adormeci.
Quando voltei a mim
o sacristão botava trancas
Chovia
Com as mãos vazias
cruzei a rua sombria
que naufragava.

Do outro lado, lastimei
o sacristão em sua obra
de manter Deus agasalhado
estragar as vistas contando esmolas
por um salário dos diabos.

Embarquei no ônibus estacionado
com a impressão distante
de estar sendo ludibriado.

jgmoreira
Enviado por jgmoreira em 10/02/2007
Código do texto: T376678


Comentários

Sobre o autor
jgmoreira
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 61 anos
447 textos (4101 leituras)
122 áudios (2981 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/20 00:59)
jgmoreira