Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CANÇÃO DO AMOR DIÁRIO

Desliza a manhã por detrás da madrugada
(mas a noite ainda guarda o frescor
da sua voz)
E desperto do sonho onde calidamente
nos amávamos

Caminha o dia à frente da manhã
(mas a noite ainda guarda o perfume
da sua voz)
E na sua fotografia sorrindo colho
A medida do sol que me quenta e irradia

Adentra a tarde a paisagem após o dia
(mas na noite das minhas lembranças ainda
ecoa o timbre incandescente da sua voz)
E te avisto como em miragem, oásis
onde calarei o desejo da minha sede peregrina

Despe-se a noite ao final do entardecer
E de poder te ouvir, te sentir em cada pausa,
Cada respiração suspensa entrecortada
de suspiros
Vou completando o ciclo dos meus dias
Alimentando o desejo e cultivando o amor
Que te dedico, em ardente adoração, vindos
Do recôndito onde pulsam com mais intensidade
As cordas vibrantes do coração

* * *

Jales, 10 jul 2012
Glauber Ramos
Enviado por Glauber Ramos em 10/07/2012
Código do texto: T3771162

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Glauber Ramos
Gurupi - Tocantins - Brasil, 38 anos
98 textos (3232 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/05/21 23:29)
Glauber Ramos