Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como um rio em busca do mar

Sinto-me como um rio que corre para o mar.
Tranqüilo em alguns momentos,
Revolto em cachoeiras caudalosas noutros.
Onde as sinuosidades das curvas
retiram de mim o marasmo da mesmice.
Mas há também os poços profundos
Cuja calma me aborrece.

Mas tenho que manter-me no curso do rio da minha vida,
Até encontrar o mar da minha alegria e felicidade,
Pra navegá-lo ao sabor dos ventos da minha vontade.
Essa é a premissa para que minha missão seja cumprida,
E poder naufragar no maremoto de minha liberdade.
Angelo Poeta
Enviado por Angelo Poeta em 14/02/2007
Reeditado em 05/04/2007
Código do texto: T381294
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Angelo Poeta
Curitibanos - Santa Catarina - Brasil
199 textos (38699 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/20 23:15)
Angelo Poeta