Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

às vezes choro...

às vezes choro...

enveneno meus olhos com a saudade
...das saudades.

mergulho na turbulência das lágrimas
e penso.

penso em ti,
naqueles que sendo próximos
estão longe no tempo,
perto na memória.

às vezes choro...

afogo-me nas lembranças,
nesse crematório de pensamentos
onde o presente arde
e o futuro envelhece...

às vezes, sinto que as lágrimas são rugas,
marcas da vida
onde sobrevivem saudades!
João Videira Santos
Enviado por João Videira Santos em 29/07/2005
Reeditado em 29/07/2005
Código do texto: T38631


Comentários

Sobre o autor
João Videira Santos
Lisboa - Lisboa - Portugal
236 textos (17432 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/05/20 18:11)
João Videira Santos