Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A OBRA HUMANA

A OBRA HUMANA

Estamos muito cansados
De nossos trabalhos
Pelas notícias que levamos
Ao conhecimento de todos
A cada dia

Estamos, de fato, cansados
Nossos corpos fatigados
Reclamam repouso
Descanso digno e suficiente

Muito temos construído
E criado
Por acaso saberemos
Quantos quilômetros
De papel escrevemos
Nos últimos cem anos
Da historia do homem?

Foi preciso muito escrever
Para chegar aonde estamos
Os homens-papiros
Homens cansados

Cansados e escreventes
As mulheres andam grávidas
Os homens melancólicos
A pungência não cessa

Escreveremos mais alguns
Trilhões de palavras
Antes delas desistirmos.
Na certa escreveremos
Decerto, não desistiremos
Ou, quem sabe, sim?

Poderá o homem
Como é inconstante
Às portas do fim
Recomeçar tudo
Por isso andamos cansados
As mulheres grávidas
Pela incerteza do mundo

As mulheres aguardam,
Vigilantes, no canto da cama
A hora de deitar
Os homens, convalescentes
Tomam sopas
Ou fortes e resistentes
Trôpegos de cervejas

Sempre estão na batalha humana
De comer e procriar

Para alguns, finas iguarias
Outros, nojentas porcarias
Ou nada
Que o alimento é escasso
E grande a fome

Papel, caneta, palavra
A arma do homem.

 
jgmoreira
Enviado por jgmoreira em 19/02/2007
Código do texto: T386463


Áudio
A OBRA HUMANA - jgmoreira

Comentários

Sobre o autor
jgmoreira
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 61 anos
447 textos (4101 leituras)
122 áudios (2981 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 04:49)
jgmoreira