Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


ORIGENS

Muita vez, ansioso e irriquieto,
me pergunto olhando o Universo:
quem sou eu?
        o que fui?
                de onde vim?
A resposta que eu quero e procuro
só me mostra o seu lado obscuro,
sem princípio, sem meio, sem fim.

Fui, talvez, parte perdida
de uma errante nebulosa
que, esbranquiçada e gasosa,
alcançou este planeta
- mundo estranho e rutilante,
que me sói repugnante,
na cauda veloz de um cometa.

Ou, quem sabe, em outras eras
fui um sonho, uma quimera,
que escapou da fantasia
e se fez realidade
por milagre de alforria.

Eu não sei, não tenho idéia
do que foi que formou-me a matéria,
deu-me a bela plumagem de cisne
e as garras bravias de fera.

Procurando esquecer meu dilema
me distraio escrevendo poemas
numa vã tentativa frustrada.
Já me pesa a mão vacilante...
e minh'alma se esvai soluçante
na avalanche, impassível, do Nada.





HLuna
Enviado por HLuna em 28/02/2007
Código do texto: T396265
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
HLuna
Fortaleza - Ceará - Brasil
10453 textos (251474 leituras)
15 e-livros (992 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 22:22)
HLuna