Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VERDADES E MENTIRAS II

Quantas frases ditas ao ouvido?
Quantas concretizadas depois?
Corpos inteiros intimamente fracionados
E mesmo entregues, permanecem em dois!

Tantas vezes o calor foi retido
Em quantas destas, houve verdade?
Quantas vezes corpos unidos
O prazer intenso e eram só metades?

Tantas noites acordados
De corpos explorados a dois  explorando
Suor em gotas e o prazer na boca
Vontade da carne ao ser dominando

Quantas calorias queimadas intensas
Embaraço de pernas e línguas também?
Prazer explodido e olhado face a face
Corpos penetros e ninguém completa ninguém!

Apenas têm-se uns aos outros
Como luva perfeita que veste a mão
Corpos ligados, prazeres efêmeros
Depois, cada um por si e nenhuma emoção.
POETA URBANO
Enviado por POETA URBANO em 28/02/2007
Reeditado em 28/02/2012
Código do texto: T396327
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
POETA URBANO
Camaçari - Bahia - Brasil, 45 anos
560 textos (14786 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/20 02:44)
POETA URBANO