Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fada açucarada

Fada açucarada
Tributo à Tchaikovsky
maria da graça almeida
 
Ó fada açucarada,
meiga, sábia, delicada,
semeadora de bons ventos,
tudo vês e tudo sabes,
até o  lento movimento
de uma flor quando se abre.
 
Ó fada dulcificada,
sei que a lua nacarada
 rende-se sob teu olhar,
mesmo quando se faz tarde
e o sol ainda arde,
no retardo do luar.
 
Ó fada adocicada,
em magia extravasas!
Ao saíres de tua casa,
sério o vento sopra brando
para não ferir  tuas asas
nem quebrar o teu encanto .
 
Ó fada edulcorada,
tens a face afogueada
nos rodopios e saltos.
Em meio a cenários terrestres,
ao som das notas do mestre,
linda, voejas nos palcos.

Ó fada açucarada,
meiga, sábia, delicada...
 
maria da graça almeida
Enviado por maria da graça almeida em 10/11/2012
Reeditado em 11/11/2012
Código do texto: T3978694
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
maria da graça almeida
São Paulo - São Paulo - Brasil
249 textos (16780 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/06/19 02:44)
maria da graça almeida