ANSEIO

Um simples pouso na nervura espiral

Para captar um pingo de silêncio

Que goteja de uma paz remota.

Que o tempo seja a sombra.

Que a vida seja o corpo.

Otávio Coral
Enviado por Otávio Coral em 03/08/2005
Código do texto: T40026