QUERENÇA

Quero o mel

para o pouso.

Quero o doce

para o encanto.

Quero o silêncio

para o depois.

Otávio Coral
Enviado por Otávio Coral em 08/08/2005
Código do texto: T41272