Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Negrume das papoulas

E para todos aqueles que foram transformados em cinzas,
Para todos os meus queridos versos queimados ao ar livre

Foi tudo transformado em pó,
Tudo virou cores:
Branco e preto
E vermelho

Ainda me lembro quando me foi deitado,
Sim... me foi deitado um manto de papoulas
De dor e sofrimento
Tudo muito completo, sozinho

Nada indiferente demais
Não havia nada fora da medida
Inclusive a humilhação não nos falhava
Era tudo perfeitamente confeccionado

A farda já não me servia
Somos todos fadados a dor?

Queria ver meus filhos crescerem,
Queria ver o orvalho da manhã refletir o teu rosto,
Queria ver o sol nascer
Queria ver minha morte nos jornais

Não vi
Não senti
Foi a pior sensação de todas
A tortura, a sobrevivência, a falta de ar, a terra árida nos pulmões.
Stephanie Correia
Enviado por Stephanie Correia em 27/03/2007
Código do texto: T428274
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Stephanie Correia
São Paulo - São Paulo - Brasil, 29 anos
71 textos (3490 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/19 01:38)
Stephanie Correia