Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DUETO DA LUA

ALMA DA LUA
 

 

Será que a lua tem alma?

Tão serena e calma pendurada no céu

Indiferente á escuridão ao redor,

A lua agita-se em brilhos que não são seus

A alma da lua, será o sol que lhe empresta a luz

E ladino, a seduz, mas não se mostra a ela

A lua é imune aos galanteios do astro-rei

Quer reinar nas noites de romance

Decorar o cenário das paixões humanas

E vestir-se apenas com o encanto do amor

 

Denise Severgnini

Novo Hamburgo/RS

 

 

 

LUA CHEIA

 

À mesma hora 'spreitei

À janela pra te ver.

Ontem tu 'stavas tão bela

Que te não pude esquecer.

 

E no céu te procurei

Ansiosa, surpreendida.

O azul a escurecer

E a lua ainda escondida!

 

Em fofo leito de nuvens

Finalmente te encontrei

Preciosa, envolvente,

Tua magia adorei.

 

A subir chegaste ao céu

Irradiando beleza.

Toda a vida companheira,

Contudo causas surpresa.

 

É teu feitiço de Agosto

Pelos poetas cantado.

Tudo atentas curiosa

Com teu doce prateado.

 

A tua face gentil

Prá Terra inteira voltada

Revela teu grande afecto

Pela missão confiada.

 

Presente na nossa vida

O Senhor assim te fez.

Astro lindo, Lua cheia

Sempre eu te veja outra vez.

 

Maria da Fonseca

Lisboa /Pt
Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 28/08/2005
Código do texto: T45793


Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 61 anos
11345 textos (953108 leituras)
16 áudios (8941 audições)
311 e-livros (34560 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/08/20 13:38)
Denise Severgnini