Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VESTIDA DE ADEUS


Assim vestida de adeus
enfrento esta correnteza
que não se enquadra entre os tantos
preferidos ritos meus.

Eu, que de adeus adoeço
misturo todo aceno
num até breve ameno.

De ser avessa às certezas
misturo fim e começo
faço o passado ausente
e me tranco a sete chaves
em reuniões e conclaves
com que moldo o futuro
como se fosse presente.

Assim vestida de adeus
perco-me em iguais defesas
tantas de toda gente

e quando alguém se vai

eu sinto, uma vez mais
que sou eu a grande ausente
.

 
Elane Tomich
Enviado por Elane Tomich em 16/12/2013
Reeditado em 21/05/2018
Código do texto: T4613600
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Elane Tomich
Teófilo Otoni - Minas Gerais - Brasil
319 textos (12495 leituras)
1 e-livros (128 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/19 01:36)
Elane Tomich