Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA A QUATRO MÃOS



Nem sempre é tão fácil começar um poema
Falta a inspiração, um tema...
Temos que buscar a rima, o verso e prosa
Que missão mais dolorosa, diz o homem comum
no poeta, a letra brota na facilidade da emoção
ao escrever um poema, pergunta o homem comum:
_ Qual seria então, o objetivo de atingir lugar algum?
Neste questionamento rígido,impera uma verdade,
Que cala ante o não trovador...
Só pode o poeta lançar seu verso se sentir dor?
Seria a dor do poeta, devaneio lírico ou dor de amor?
Aos não poetas não cabem as sandices de quem do verso
Faz a vida...porque não há corte mais doído
Que a dor de amor não correspondido...
Ao mais comum dos homens, temeroso e aturdido,
Por vezes parece a poesia, doce encanto ou gemido
Nesta luta profunda de entendimento, entre a poetisa
E o homem comum, do que é a poesia...
Sendo rima, verso e prosa, pescadora de ilusões
Que missão mais majestosa, um poema a quatro mãos!

Denise Severgnini
Márcio Prass(Marido)
Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 30/08/2005
Código do texto: T46325


Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 61 anos
11345 textos (953842 leituras)
16 áudios (8943 audições)
311 e-livros (34595 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/20 14:57)
Denise Severgnini