Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SILÊNCIO DE CINCO PONTAS


há um vago silenciar...

entrei na noite dos teus braços,
adiei o dia
— o mais que pude —
de lábios mordidos
economizando claridade.

tênue, o silêncio é vago.

dois respiros em hiatos
na mansidão mais abstrata da mudez,
— quase mudez —
ditas pelas mãos contornando a alma em forma,
respiro teus ais suados de amor em resguardo
na penumbra de muito silêncio, o absoluto,
enquanto o grito do sol não arde
vago pela noite
em busca das cinco pontas
do brilho silencioso desta estrela.
Djalma Filho
Enviado por Djalma Filho em 04/09/2005
Código do texto: T47606
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Djalma Filho
Salvador - Bahia - Brasil
662 textos (20921 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/07/20 12:09)
Djalma Filho