Contemplação

Os ipês recobrem-se de flor

o sol no céu de inverso

reverte-se em calor

então, sinto sua presença.

Feito um primeiro dia de verão,

feito música suave, violão,

como um sino que chama,

anunciação.

Como estrelas doces

que pingam do céu

primeira linha, poesia,

folha branca de papel,

vi você nascer...

E depois do amanhecer

é sempre você, meu pôr de sol na areia

minha semente de lua cheia

e eu só um barco vazio

em mares transbordando saudades.

AndreaCristina Lopes
Enviado por AndreaCristina Lopes em 22/02/2005
Reeditado em 22/11/2010
Código do texto: T4904
Classificação de conteúdo: seguro
Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.