Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ossos secos

Foi das cinzas que eu me formei
E do fundo do poço, que eu surgir

Já fui um monte de ossos secos,
encostados em uma parede branca,
jogados,
esquecidos por muitos

Mais minha fé, fez  crescer carne, fez nascer vida sobre os ossos secos...

E agora não venha me privar de escrever, pois ainda que você me prive do computador, da caneta e do papel,
nunca me privará dos meus sentimentos,
e ainda que me prive da luz do sol, nunca poderá apagar a minha luz própria!
erina santiago
Enviado por erina santiago em 20/09/2014
Código do texto: T4969063
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
erina santiago
Santa Bárbara - Minas Gerais - Brasil, 30 anos
31 textos (1009 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/07/19 09:00)
erina santiago