Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema I



Há trinta e nove mares que existo,
E em três malditos que vivo...
 
Desde que decidi viver em versos
- no silêncio das palavras -
a morte veio depressa.
 
Deito-me, então, ao lago adolescente
de Rimbaud, na solidão da mata espessa.


09/2005
Cristina Pires
Enviado por Cristina Pires em 13/09/2005
Código do texto: T50109


Comentários

Sobre a autora
Cristina Pires
França, 54 anos
87 textos (7331 leituras)
1 áudios (37 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/08/20 13:58)
Cristina Pires