Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OUTONO

No outonizar
da alma,
as folhas secas
espalham-se pelos
campos da memória;

Não há sossego,
só a paz lacrimejante
de quem despetala
a última rosa
da recordação;

E esta alma
aguarda apenas
o invernar
para colher,
com o rastilho,
todo empecilho
que se esparrama
pelo chão;

Esperando vislumbrar
a primavera
que cresce silente
como hera
nos muros
do coração.
Marcelo Lopes
Enviado por Marcelo Lopes em 29/11/2014
Reeditado em 29/11/2014
Código do texto: T5053009
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcelo Lopes
Guarujá - São Paulo - Brasil, 49 anos
480 textos (46783 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/06/19 20:16)
Marcelo Lopes