Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

As vezes minha poesia seca,
e eu fico assim sem sementes
para plantar no meu jardim 
das memorias, inspiração!!!

Minha poesia se exila ás vezes,
vai embora para algum lugar 
que eu não sei, somente sinto
ela parte e me deixa só....

E eu fico!
submissa eu espero
eu relevo, pondero,
tudo bem,
deixe estar....

 
Mariangela Barreto
Enviado por Mariangela Barreto em 25/02/2015
Reeditado em 12/05/2015
Código do texto: T5149874
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Mariangela Barreto
Recife - Pernambuco - Brasil
680 textos (15039 leituras)
2 e-livros (116 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/04/20 18:49)
Mariangela Barreto

Site do Escritor