Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NUNCA SÓ




   

As cores dos novos poemas
se fazem noite
com estrelas piscantes
mergulhando na aurora brilhante.

As visões perenes do mar
se enchem de crepúsculos
matizados de doces palavras
que induzem o vôo dos sonhos.

Não há tristeza nem silêncio
no perceptível horizonte da alma,
há sim uma infinita calma
que sopra as emoções até o fim/início.

Otávio Coral
Enviado por Otávio Coral em 18/09/2005
Código do texto: T51677

Comentários

Sobre o autor
Otávio Coral
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
14394 textos (376581 leituras)
3 e-livros (1254 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/11/20 13:49)
Otávio Coral

Site do Escritor