Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A PALMA DO SERTÃO

A PALMA DO SERTÃO

A palma bem  verde e bonita,
Muito encontrada pelo sertão,
Enquanto a sua flor embeleza,
O camponês depressa acredita
Que vai chegar chuva de verão.
Feliz, assim, ele agradece e reza.

Precisando, fiz da procura uma lida,
Andando nas ruas sem uma direção.
De repente, numa longa avenida
Vejo palmas plantadas de montão.

A palma possui muitos espinhos e fura,
Também alimenta, cura e mata a sede
Dos animais e sertanejo de vida dura.
Tornando-se proteção como parede.

Faço a busca para usá-la como remédio
Prescrito pelo povo para males comuns.
Pego a folha e a solução por seu intermédio
Agradecida à planta pelos efeitos incomuns.

Dalva da Trindade S Oliveira
(Dalva Trindade)
14.03.2015 – 20h
Dalva da Trindade S Oliveira (Dalva Trindade)
Enviado por Dalva da Trindade S Oliveira (Dalva Trindade) em 14/03/2015
Código do texto: T5170178
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite a autoria de Dalva da Trindade S Oliveira e o site da publicação). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dalva da Trindade S Oliveira (Dalva Trindade)
Salvador - Bahia - Brasil
323 textos (16995 leituras)
54 áudios (2491 audições)
2 e-livros (67 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/18 23:58)
Dalva da Trindade S Oliveira (Dalva Trindade)