Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Frestas...

Cano torto da pia rachada, outros cascos,
Alguns – cala boca – em horas extenuantes,
Todo cheiro que visa e induz, refrescos,
Saladas colocadas de lado, refrigerantes,
Aquele vinco dos genitais em exposição,
Como a língua breve que de um bico ao outro,
Na beira da estrada com a garganta seca,
Balança o olhar para cada mostra, tesão,
Hum... O rubor das faces na palavra colocada,
A mão pousa tranqüila, arrepia o dorso,
Enquanto se espera aquele olhar fogoso,
Se nada compreender, ainda teremos um bom sexo...

2014
Peixão
Enviado por Peixão em 05/04/2015
Código do texto: T5196139
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 59 anos
3231 textos (121642 leituras)
1 e-livros (245 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/11/19 00:00)
Peixão