Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Noite Sem Luar!

Nas noites mais escuras, frias, sem luar
Lembro-me das poesias que relatam a solidão
Olho para o horizonte e mudo o meu olhar
E lágrimas revelam as dores do coração

E assim como um poeta que perdeu sua inspiração
Que acorda de um sonho para a cruel realidade
Percebendo a dureza insensível da escuridão
E como as noites são mais frias na ausência da felicidade

Sempre haverá, porém, esperanças de novas alegrias
Pois não há tristeza que se torne permanente
E assim, quem sabe, exalta-se o amor nas próximas poesias
Assim que a lua brilhar no infinito novamente...


------------------------------//---------------------------

Bela interação!

Se enquanto há vida
haverá a esperança
ainda que descolorida,
façamos com ela uma aliança.

E como na natureza tudo se renova
porque não se renovar os sonhos?
Pensemos que na vida tudo se transforma
porque então, não esquecer do abandono!

Por: Isabelle Mara
obrigado!
------------------------------//------------------------------
Welisson Corona
Enviado por Welisson Corona em 25/05/2015
Reeditado em 03/08/2015
Código do texto: T5254608
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Welisson Corona
Vitória - Espírito Santo - Brasil, 35 anos
43 textos (2227 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/01/20 14:53)
Welisson Corona