Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PANTANAL

Nas tardes avermelhadas
Pintando todo o céu
Vai ganhando movimento
A imensidão do pantanal

Tem um vento que assovia
A natureza aves e animais
São as belezas pantaneiras
Nas suas danças e rituais

Sou amante da natureza
Sou amante do pantanal
Terra de tanta beleza
Ave planta e animal

Oh! divína natureza
Reino de paz e amor
Berços de rios encantados
Tão primitivo e selvagem
Por Deus abençoado

Oh! divína natureza
Me de forças e coragem
Para defender esta terra
Destes homens ignorantes
Que só sabem fazer a guerra
luispoeta
Enviado por luispoeta em 05/07/2007
Código do texto: T552888

Comentários

Sobre o autor
luispoeta
Santa Barbara D'Oeste - São Paulo - Brasil, 58 anos
49 textos (14106 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/05/21 06:06)
luispoeta