Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Caminho



O que sei não me redime.
O que não entendo não me contém.
Mas o que busco, não me perde.
Sou seta e alvo, quando convém.
Lanço-me, acerto-me
e o que firo só dói em mim.
Isso eu sei, nunca terá fim.

Além está o que tenho,
depois está o que tive.
Morreu? Ainda vive?
O que sobra eu não mantenho.

Lanço olhares no abstrato.
O concreto ergueu suas construções.
Os muros me vetaram os acessos,
e apesar de meus erros confessos,
sobrevivo nas imediações.

Obtuso, angular?
Sou como todos.
Só vou porque quero chegar...


ENIGMA
Enviado por ENIGMA em 10/07/2007
Reeditado em 16/03/2013
Código do texto: T559365
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
ENIGMA
Seattle - Washington - Estados Unidos
1120 textos (190950 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/05/21 18:12)
ENIGMA