Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Algodão doce...

As palavras se dissolvem na boca
Como algodão doce...
O sol me faz dissolver no azul
Como gota fugindo do olhar
Em busca da boca
No momento da lágrima...mar!
Meu pesar de já, jazigo, dor...
Dando vida no papel, fel, mel da tua boca
E as palavras vão e vem
Na velocidade de um pensamento
Digo uma só, pois são tantas num único momento...
E dou vida no papel... Parindo palavras doces
Que dissolvem na minha, e em tantas bocas
Como algodão doce...
Eu, escrava de minhas linhas
Dominada pela rima
Pela poesia possuída...
Sentindo e querendo ser palavra...Dita.
Escrita!
Nos lábios conservo o sabor
De licor de casis,
Embebido em fruta madura
E o silêncio me pedi som
Nem que sejam gemidos
E te me digo, preciso
Estar...Nascendo em teu olhar
Escorrendo por teus lábios
E molhando minha boca seca...
Na ânsia de beijar a tua louca e deliciosa boca.
Nutrindo o desejo do saber
Me alimento da imagem
Que fechando os olhos vejo...
Eu, vc, o céu...
O tempo... Testemunha de nosso beijo
Que dissolve nas palavras que escrevo...
Como algodão doce!



Observadora
Enviado por Observadora em 01/09/2016
Reeditado em 10/11/2016
Código do texto: T5747279
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Observadora
Salvador - Bahia - Brasil, 53 anos
502 textos (28061 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/11/19 20:44)
Observadora