Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Maria

A tarde de verão saiu
O Céu azul entre as nuvens se perdeu,
Enquanto a brisa do rio vadiava no terreiro.
Você, branca, de cabelos negros, em vermelho, simplesmente apareceu.
Não sei o que me deu,
Mas fui me aproximando,
Fui me apaixonando...
Fitando os teus olhos nos meus,
Deixando a emoção ensandecida.
Falando de algo que em mim nasceu
Até que em silêncio, quase sem querer o teu beijo tirei
O meu coração parou,
As tuas mãos agarrei e só o que consigo lembrar
É que fiquei feliz, porque te encontrei.
Você com o seu olhar de moça criança,
Sem entender o que acontecia,correspondeu.
Senti em tua alma  a magia,
Você de mim o seu nome escondeu,
Quando todos se foram, em meio a fogueira de são joão,
Me dei conta de ti e procurei o meu coração.
Mas você já partirá e eu fiquei  perdido, sozinho no meio do salão.
Ainda hoje sinto saudades, e para não ficar só na fantasia, chamei de Maria,A menina, linda, que na verdade, nem o seu nome eu sei.

Alberto Amoêdo
Enviado por Alberto Amoêdo em 27/07/2007
Código do texto: T581568
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Alberto Amoêdo
Macapá - Amapá - Brasil, 54 anos
1599 textos (24502 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/05/21 10:28)
Alberto Amoêdo