Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UMA TELA FRUSTRADA

Quando me penso azul

Me prendo no branco

Que me enlaça num volteio

Onde nada é visível.

Me faço um borrão

E o colorido me engole

Fazendo de mim

Apenas uma mistura vaga.

Além do limite me atrevo

Tentando um vôo infinito

Mas suaves nuances me contém

Dentro do meu total descolorido.

Otávio Coral
Enviado por Otávio Coral em 15/10/2005
Código do texto: T59981

Comentários

Sobre o autor
Otávio Coral
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
14394 textos (376585 leituras)
3 e-livros (1254 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/11/20 17:20)
Otávio Coral

Site do Escritor