Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

13



Do mal nasceu o presságio
Rumores distorceram conceitos,
Estigmatizou-se o momento,
No dia em que este falou, silêncio ....

Culpas ganharam vidas
Dia cinzento, em que a manhã não nasceu da alvorada,
A noite tornou se mais escuras,
Cada um defendia sua cultura,
Azar de quem tinha a pele escura (....)

O vento soprou avessas,
E o tempo nem caminhava de pressa (...)
A sociedade mergulhou no marasmo(...)
O copo partiu, e eles todos pasmos(...)

No equívoco de ideias,
O mal coincide com o mal
Na redundância de uma gargalhada estranha,
Notícias eram ruins, coisas estranhas (...)

E se o vires passar na esquina,
Reza pela tua vida,
São  anos de azar....

Cruzaste com a sombra do silêncio (...)
Na sexta negra da desinformação,
Do manifesto criado pela especulação (...)

Da classe que domina o mundo,
Até hoje as sequelas são visíveis,
13, o mal dos sentidos (...)

Pois a sustentabilidade continua (....)
E se vires o gato preto não saias à rua (...)
Pois são carmas da desinformação(...)

O acaso trouxe  o caos,
A loucura de quem foi,
Absorvido pelos rumores (..),
Enquanto isso, eles riem-se
Dos nossos medos (...)

(M&M)
Daniel Miguelavez ou Merlin Magiko
Enviado por Daniel Miguelavez ou Merlin Magiko em 13/10/2017
Reeditado em 13/10/2017
Código do texto: T6141030
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Daniel Miguelavez ou Merlin Magiko
Angola
2209 textos (33800 leituras)
37 áudios (950 audições)
1 e-livros (65 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 00:48)
Daniel Miguelavez ou Merlin Magiko