Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Luzeiros

Tristonhos seus olhos encontro ao fim do dia
Fitando um horizonte de sépia coloração
Onde o nada se encontra com o todo
E a sua busca de todos os dias é em vão

Tristonhos seus olhos voltam-se para os meus
Que de brilho impar reflete sua angústia
Pela ausência até o momento proclamada
Pela imperativa necessidade de dignar-se a vida

De tristonhos seus olhos tornam-se luzeiros
Que levam aos leus lábios a qualidade do sorriso mais lindo
Capaz de tornar meu coração pequeno pro que sinto
Repleto de vontade de em você repousar meus tempos

Luzeiros seus olhos me regozijam todo momento
E fazem dos meus reservas de imensa claridade
Pois também luzem cores e brilhos de nosso afago
E eternizam o momento que espero em Deus nunca se acabe
Bruno Dias
Enviado por Bruno Dias em 23/08/2007
Reeditado em 23/08/2007
Código do texto: T619607
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bruno Dias
Vila Velha - Espírito Santo - Brasil, 39 anos
102 textos (3594 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 04:00)