Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ROTINA

Penso que um dia chegará a mim,
Um dia assim, azul como em meus pensamentos,
Quando puder guardar as armas e dormir em paz.
Penso que seja sempre carmesim no corredor do mundo.
Que a dor envelheça, mais insista em não se despedir.
Que o beijo dado suje o dó das canções.
Que tudo seja opressivo, mesquinho, pervertido.
Que o homem alado não tire os pés do chão,
Que viva em preto e branco sem o colorido da paixão.
Penso que a vida sai pelos poros em cada esquina
Enquanto, num belo iate alguém celebre a vida.
Ecila Yleus
Enviado por Ecila Yleus em 23/08/2007
Reeditado em 14/08/2008
Código do texto: T619671

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ecila Yleus). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ecila Yleus
Recife - Pernambuco - Brasil, 65 anos
328 textos (10462 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 15:46)
Ecila Yleus