Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Escrevo-te

Escrevo-te
A tu que és também
Pseudônimo das minhas mortes


Aprendiz de Pessoa
A morte escreve
Em mim, em ti, em nós


Escrevo-te
Porque não encontro
Dentro e fora de mim
Ninguém outro em que eu creia
Sentir a mim e a morte
Dando-me de beber.


Iludo-me, talvez. Vezenquando
Encho a garganta de perguntas
Mas nada arrisco sobre a precisão

O que sei é do tamanho do que sinto
E desconfio vagar sobre
O que invento para nutrir esse dom...


Doo-me. Doo.
Dou-te a minha palavra.
Escrevo-te para que saibas que da falta
Como na falta da visão aos cegos
Desdobram-me os sentidos. No verso,
Alimento todas as minhas mortes.
Luciana Pimenta
Enviado por Luciana Pimenta em 09/01/2018
Código do texto: T6221434
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Luciana Pimenta
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
978 textos (16171 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/20 23:33)
Luciana Pimenta