Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Autonomia

Às vezes digiro o que não comi,
E sob estrelas que não escolhi,
Durmo sem teto, sem céu e luz,
Faço o verso que não se traduz.

Às vezes atiro no que não miro,
No cavalo de carrossel em giro,
Nego a tudo acima dos ombros,
E sobre a face meus escombros.
Dado Corrêa
Enviado por Dado Corrêa em 21/01/2018
Reeditado em 14/02/2018
Código do texto: T6232015
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Dado Corrêa
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 62 anos
754 textos (14612 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/20 03:14)
Dado Corrêa