Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ENTRE SI, ALFORRIAS

ENTRE SI, ALFORRIAS

Esgarçada, a fé,
suas linhas a dois - daqueles momentos,
(ao escopo)
não mais teciam da vida,
poesias.

Engraçado, pois é,
que suas métricas fluíam perfumes,
(por gosto)
mas caíram dormentes no dorso da noite,
sem heresias.

Desgraçados assim,
ao contexto do que se ouvira dizer sobre a reza da sorte,
escutando ambos ao relento o som dum oboé,
(num entreposto)
os sentimentos trocaram beijos,
num reino de fantasias.

Esmiuçados os motivos,
num vai-e-vem de uma triunfante maré,
ninguém sabia dizer o porque,
(brilhos ofuscos)
aquilo que era - o amor - que 'ntão libertava,
das dores, dos dois,
os temores,
alforrias.

 
Antonio Jadel
Enviado por Antonio Jadel em 21/01/2018
Código do texto: T6232596
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Antonio Jadel
São Paulo - São Paulo - Brasil, 54 anos
1081 textos (40273 leituras)
11 áudios (514 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/20 02:40)
Antonio Jadel

Site do Escritor