Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poeta

Poeta de horas vagas
das tardes de sol calorento,
trabalha na madrugada
ou no calor mormacento.

Para ele toda hora é hora,
cada dia é um momento,
para tirar os versos da alma
libertar-se dos tormentos.

Assim é o poeta,
talvez assim seja eu,
buscando dentro do espírito,
o dom que Deus me deu.
Maria
Enviado por Maria em 28/08/2007
Código do texto: T627220
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4823 textos (194950 leituras)
1 e-livros (121 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 18:04)
Maria

Site do Escritor